14.1.07

O tempo da rosa


Diz a Isa:
"Foi o tempo que dedicaste à tua rosa que a tornou tão importante".
De facto, "...na minha cidade há um jardim com uma roseira no meio; de tão pequenino no formato, o jardim mais parece um canteiro - mas é um jardim!
Se gosto de rosas, tenho de cuidar da roseira...".
Cuidei!
Eis o resultado!


4 comentários:

Pascoalita disse...

Imagino com que carinho e dedicação essa roseira foi tratada para produzir rosas tão belas! Diria que teve tratamento de princesa eheheh

Mas ... valeu a pena :-)

Isabel-F. disse...

"...
mas é um jardim!
Se gosto de rosas, tenho de cuidar da roseira...".
Sem dúvida.

tenho um apelo no meu Blog. Quando puderes passa por lá. OK?

Bjs e boa semana

Anónimo disse...

sim..

tempo em vão..


diria eu?

beijinho de quem gosta muito de si*

Isabel disse...

Sei que o que eu escrevi na altura teve um sgnificado muito grande amigo. Fez recordar a dedicação que tiveste com a "Rosa".
Que não seja por isso que não voltas a ter tempo para outras roseiras... Bjitus