31.10.06

"Pavarotti"











No meu "jardim de entrada" está prisioneiro um canário amarelo que, parecendo alegre, tristemente canta a saudade.

9 comentários:

Teresa Durães disse...

Experimente soltá-lo. Ninguem gosta de estar preso, Sr. Cuco.

Vai ver que, rapidamente, esse canário adapta-se à liberdade e cantará outras melodias.

O Sr. Cuco deve saber disso melhor do que eu.

Bom feriado.

Tozé Franco disse...

Liberdade para o pássaro.
Bom feriado.

Serenidade disse...

Se até o tutor do canário "chora" de saudade, quanto mais o canário...

Deixe a saudade para trás...

Beijo

Laurentina disse...

coitado do canário...
antes soltá-lo e colocar no seu lugar uns quantos passarões que nos apoquentam a vida...
beijão grande

Luisa disse...

Estou como os outros teus amigos: solta o canário que ele levará também as saudades que já estás a sentir pelo teu futuro sem carroça, sem burro e sem filarmónica!

Mitsou disse...

Nesta altura já o deves ter soltado. Mas aposto que ele preferiu ficar pelo jardim :)

Bom fim-de-semana!

MARTA disse...

Saudades de estar livre, talvez...
Como todos nós, não é?
Obrigada pela visita.
É sempre bem-vindo.
Um abraço
Marta

Ahlka disse...

Linda forma de dizer um 'coisa' feia...Quase a torna bela :)

Guida disse...

"...tristemente canta a saudade."

Provavelmente a saudade do futuro.