10.4.06

O belo do "todo"

Gosto de visitar algumas páginas deste universo de partilha de ideias e imagens.
Uns dias pareço viajante sem destino certo!
Outras vezes basta-me apenas uma (página) e fico cheio do belo que emerge das palavras.
O cinzel, nestes casos, utilizado por mãos de mestre, honra o Grande Arquitecto do Universo - somos parte desse todo.
________
À memória do Ir.'. Fernando Vale, que me honrou com a sua sabedoria e amizade fraterna.
O dia de todas as lembranças...

9 comentários:

Acácia disse...

Li atentamente as sábias palavras aqui escritas, mas permite-me um reparo, quando dizes que...somos parte de um todo... mas nem todos são o todo dessa parte.
um beijinho

125_azul disse...

também gosto de andar por aí... e que venham até mim.

Um outro olhar disse...

é bom andar por aí, é bom puder divagar.

mas acima de tudo é bom termos tido alguém que nos ensinou a dar alguns passos e abrir os olhos para o todo, para o belo, para o arquitecto do universo.

quando existe um alguém desses é ouro e nunca será esquecido

:)

rafaela disse...

O grande arquitecto com o seu esquadro e compasso.

=)

Teresa Durães disse...

Esquadro e compasso à parte, para além de filosofias de vida que não discuto, não anda o nosso cuco cansado de escrever????

(gostei das palavras da Acácia! Mas penso que exagerou quando disse "nem todos". Pessoalmente não conheço "nem um")

paper life disse...

:)

Serenidade disse...

todos twmos alguém que nos marca a vida enos ensina algo profundo... que nos dá a conhecer novas perspectivas de vida... Eu também encontrei esse alguém... Que entre uma "ternura" e um sorriso me ensina uma nova forma de ver a vida...

Boa Páscoa!! !)

outros_sons disse...

O belo, quanto a mim, está nas coisas mais pequenas... que nos passam ao lado...

E só fazemos parte desse todo quando aprendemos a olhá-las, quando somos capazes de contemplar conscientemente todos esses "pedaços" do todo - que é belo.

Aquele abraço.

Era uma vez um Girassol disse...

Vim desejar uma Feliz Páscoa e que continuemos a fazer parte do todo, mantendo-nos como seres únicos...
Beijinhos, companheiro!