13.3.06

"INSOMNIA" com "memória de elefante"!

Quando o tempo permite, ando por aí, viajo pelos pelos "blogs" dos amigos que me visitam, descubro outros, e não posso deixar de os acrescentar aos meus favoritos quando de facto me revejo naquilo que leio.
Certo dia "descobri" uma senhorinha com veia de artista. Imagino-a esculpindo a pedra bruta; perante uma tela vazia adivinho-a na fimeza do traço, nas cores fortes; acredito que seja capaz de escrever suave melodia para piano e orquestra, um requiem...
Enquanto não lhe conheço (as) outras virtudes, encanto-me com as "meias palavras nas entrelinhas" de cada texto.
Entre a tristeza e a nostalgia, sorri - sente-se! Depois, o "secreto dos seus segredos " parece ter características de um vulcão prestes a explodir...
Mais cedo do que imagino, compro o " livro" e peço à Raquel um autógrafo com dedicatória...

7 comentários:

bapsi disse...

E nas viagens sempre se descobrem muitas coisas... algumas bem agradáveis.É o caso das descobertas que tenho feito neste ilustre blog de cara lavada.
:-)

paper life disse...

Valeu a dica.

:)

Flor disse...

gostei ...


Beijo meu

Flor disse...

estou pronta para debater o assunto .

:))


scout a ti :

rafaela disse...

parece-me muito bem, é bom descobrir coisas de que gostamos, com que no identificamos.

boa noite =)

Flor disse...

pois se temos que encontrar a ponta do fio da meda a coisa vai complicar.

e agora?

Não há cucu que me salve

Paixao disse...

Ao ler este doce feito letra não deixo de me emocionar... Empenho agora as forças interiores para discordar do dito aceite em que o sentimento virtual não é fiel à realidade. Não tenho é sons para escrever um sorriso de tudo que me surge na cara. Dá para sentir o meu silêncio?

Um imenso beijinho, com gratidão e reconhecimento, para o cuco que (me)canta e encanta...