13.2.06

Exagero?


Revisitei o meu "blog", reli a (quase) totalidade dos textos que fui escrevendo ao longo destes (poucos) meses de existência e, por simpatia, recordei os comentários dos (as) bloguistas que, como eu, ocupam a mente, pensam e executam - escrevem!
Com alguma dose de "narcisismo", devo confessar que os textos, na sua maioria, até não estão mal de todo, na forma e no conteúdo.Tentei ser igual a mim mesmo, coerente, e o retorno foi gentil nos gestos das respostas. Sendo assim, fica uma vénia aos idealistas do golpe de Abril (ou revolução...) que (nos) proporcionaram liberdade de expressão e ... pensamento!
Será "pouco" para tanta carência nacional, mas cada Nação tem as revoluções que merece...
Com o Abril dos cravos vermelhos foi-se o lápis da censura, mas é importante que cada um de nós seja comedido no modo como exprime alguns pensamentos, sendo certo que cada atitude de liberdade (s) termina (m) quando começa (m) outra(s).
Somos gente de brandos costumes, mas ficamos (?) "encolerizados" com os resultados desportivos do nosso clube de eleição - coisa aleatória mas que pode ter a repercussão de um cartoon - e daí à violência (mesmo em pensamento...) é um passo pequeníssimo!
Exagero ?

3 comentários:

rafaela disse...

Não, de todo, li num artigo qualquer há uns tempos, que (e por ter sido mencionado no post o futebol) o desporto, o clubismo, são maneiras de voltarmos as nossas raízes, de exorcizarmos alguma violência, porque não podemos esquecer que ainda há uns anos (séculos) a violência era natural, e hoje (felizmente) é retraída.

*

Um outro olhar disse...

Gostei do que li, uma visão agradável de se ler, e que escondida se encontra a realidade a que assistimos.

A nossa liberdade termina quando interfere na liberdade dos outros.


:)

Sofia disse...

Vir ao blog tornou-se um hábito diário .Gosto do que leio e compartilho de muitas ideias. Dá-me prazer ler estes textos.Continua.