6.2.06

De rosa a tulipa


Ando em maré de sorrisos,
"mas há uma nuvem que esconde o sol quando anoitece no sexto andar,
e o barulho do silêncio não permite que olhe as estrelas da minha janela"!
Possivelmente haverá uma tulipa a espreguiçar-se daqui a pouco, pela manhã;

possivelmente...
Vou telefonar-lhe!

8 comentários:

Um outro olhar disse...

Para cada jarra existe uma flor, para cada vaso existe uma planta, para cada copo existe uma pessoa, para cada solitário existe uma tulipa...

rafaela disse...

cuco, obrigada pela visita, volta sempre. Que eu tb voltarei.

**

Serenidade disse...

Deixe a tulipa florir no seu próprio espaço...

Já pensou se lhe cortasse as raizes e a aprisionasse numa redoma como ela se sentiria...?

Anónimo disse...

Quem recebeu o telefonema que se acuse!! Isto de não ficarmos a saber o resto da história... não tem graça!...

Sofia disse...

A tulipa precisa do sol para viver.
Não a abafes com a escuridão. Deixa-a brilhar.
Ajuda-a a florir.

Paixao disse...

Gosto imenso do pequeno excerto escrito por Saint-Exupéry! Não consigo ler "O Principezinho" sem deitar uma ou duas lágrimas de comoção.

Ando há dois dias a pensar na pergunta que deixaste no meu blog. Tu perguntas bem e eu respondo mal, ou melhor, não tenho resposta...

Margarida_rr disse...

Olá cuco, antes de mais, venho agradecer a visita que me fizeste,lá no blog dos sorrisos e das palavras, obrigada. Aproveito para dizer também, que a conversa foi interessante, e com bastante sentido de humor! No que respeita a túlipas, claro que deverá estar por aí alguma a acordar... Tem um bom dia! :o))

fotArte disse...

Linda tulipa. Eu que estou no pais delas, gosto de as admirar no mes de Abril. Pois e o tempo delas. De serto que ainda lhe as vou mostrar, quando chegar a altura. E, a Primavera esta a chegar. Portanto, viva a vida.
Agradeco a sua visita, volte sempre
Beijinho