9.11.06

Saudade (s)

Quando se tem tempo de sobra para ganhar outros tempos, umas visitinhas a "blogs" de estimação podem proporcionar excelentes "elixires" para dias menos positivos."Descobri" este caminho:http://contosdefadasehistoriasdebruxas.blogspot.com/ e , pelo que li, estou para saber se as "estórias" que a autora conta são suas por inteiro ou as "surripiou" à mente de imaginação fértil e farta, viajando por mundos estranhos, como o meu, por exemplo!
Com as devidas distâncias, já que somos de sexo oposto e as nossas saudades também são dispares, o texto que acabo de ler é demasiado... autêntico para passarmos adiante sem uma pausa. Apesar de "tétrico", o último parágrafo tem poesia no desapego às coisas terrenas - só o espírito lhe basta para se "confundir" na espuma de uma das "próximas" ondas!
Será a morte "coisa" doce?
Quero acreditar na voz do povo quando uma triste personagem entrega a "alma ao Criador" ou então ... "foi desta para melhor".
A saudade mata devagar - nota-se!
... A minha começou pelo brilho do olhar o que, convenhamos, não abona em nada a mentira do que sou: um sujeito "forte", face às contingências de erros e enganos!
Mas isso são outras histórias de bruxas e...contos de fadas...
Felizmente, o mar ficou calmo e sossegado - deixou de ter "ondas" - só o "meu rio" continua a correr pelas margens, a caminho do mar das espumas onde "tudo se trasnforma".

4 comentários:

Anónimo disse...

Soube-me bem ler "Saudade(s)"...
Meus olhos percorreram vorazes e velozes... e de repente estava parada no tempo a pensar nas "saudade(s)".
Obrigado!

Silvia disse...

Umas são minhas, outras são mesmo ficção... saudades todos sentimos num momento ao outro. Adepta da vida, a minha morte nunca será no verdadeiro sentido de morte, mas de mudar, de seguir em frente, de renascer... Obrigada pela distinção. Bjs.

Papoila disse...

Saudades de visitar este blog, já tinha.
Renasci... na bela musica tema de fundo.
e vou continuando o meu caminho sem rumo

papoila disse...

Sei que terás interesse nesta notícia:



O documentário "Fernando Valle: Nascido em 1900" será emitido no dia 16 de
Novembro, pelas 22h00, no Canal Memória. Este programa exibido no espaço "O
Lugar da História" terá repetição no dia 22 de Novembro pelas 09h15
manhã).