23.12.05

Bom Natal!



...Aos lugares comuns acrescento mais uns "trocados": saúde, trabalho, amor (com ternura, carinho e entendimento...), paz, e só coisas muito boas em 2006 - é o meu desejo para todos.

6 comentários:

Anónimo disse...

Já que não se consegue dizer nada de original ou que não tenha já sido dito ..lá vai:
Feliz Natal!!!
Bapsi :-)

papoila disse...

FALAVAM-ME DE AMOR

Quando um ramo de doze badaladas
se espalhava nos móveis e tu vinhas
solstício de mel pelas escadas
de um sentimento com nozes e com pinhas,

menino eras de lenha e crepitavas
porque do fogo o nome antigo tinhas
e em sua eternidade colocavas
o que a infância pedia às andorinhas.

Depois nas folhas secas te envolvias
de trezentos e muitos lerdos dias
e eras um sol na sombra flagelado.

O fel que por nós bebes te liberta
e no manso natal que te conserta
só tu ficaste a ti acostumado.



Natália Correia
O Dilúvio e a Pomba
Lisboa, Publicações D. Quixote, 1979

Aqui deixo este belo poema e os desejos de um Natal muito feliz e um Novo Ano repleto de Paz, saúde e Amor

hugo disse...

Bom Natal

Um outro olhar disse...

Um feliz Natal

rita disse...

eu espero do fundo do meu coração que 2006 seja um bom ano para nós.. eu estou muito confiante.. penso que 2006 será um bom ano sem duvida :) amo-te muito papá!!

H.M. disse...

2006 passou, assim como 2007.
2008 está quase a fechar as portas....
Quase. Falta o Natal chegar.

Um bom Natal!....
E uma mente aberta para que o espírito do Natal nos acompanhe em todos os dias das nossas vidas, e não nos faça esquecer de quem precisa que um Natal lhes bata à porta.