31.12.05

"Balancê"



A tarde deste último dia de 2005 foi passada em viagem. Pouco trânsito, o sol brilhava meio envergonhado, e eu, de bem comigo e com o mundo, conduzi devagar.
Tinha o rádio ligado e ouvia a "Antena 1". À hora certa, começou um programa "ao vivo" com a Sara Tavares.
Sei de quem se trata; apareceu no meu mundo ainda catraia, segui o seu percurso como autora e intérprete, mas o modo como desenhava o espírito, fascinava-me.
Conhecia as suas raizes religiosas, imaginava que o sucesso fosse o bastante para alterar o seu percurso de "louvores", crenças e mensagens.
- Não alter
ou! O sucesso foi uma benção e a Sara continua a dizer (e a cantar) "direito por linhas tortas" que pode "...fazer tudo, mas nem tudo lhe convêm.."!
... Neste "Balancê" ela voa para longe, para muito longe...
O CD, editado na Holanda, será um êxito, mas a Sara continua a somar garantias de menina equilibrada: segura de si e dos valores que defende, eloquente, calma, terna, deixou respostas que definem as (os) predestinadas (os) .
Para mim, foi um excelente fim de tarde.

4 comentários:

Anónimo disse...

De vagar se vai longe...
Viagem simbólica e musicada...
kurioso Sr Cuco! Num Balancê se atinge 2006...
La vie c'est une melodie... l'année le rytme...
l'heure un Tango...et pourquoi pas le seconde le som.
Bom 2006!

Ju

Isabel-F. disse...

Neste início de ano vim desejar-te uma boa semana e o melhor para 2006.

Bjs.

Anónimo disse...

Não sei se já disse...???
Bom ano!! ( se já ..olha disse outra vz ..)
Bapsi

Um outro olhar disse...

caminhar devagar e sabendo onde põe os pés é a melhor maneira para conseguir alcançar o que lea merece.