23.2.14

"Magia" pura

O congresso do PPD/PSD é uma caixinha de surpresas. 
Há magia pura no "regresso" à ribalta  de alguns oradores: palavras inflamadas, louvores ( muitos ) e críticas (algumas), mas pouco se disse  sobre a intervenção de Virgínia Estorninho. 
Escreve o jornal I: 
Uma frase improvável de ouvir num congresso do PSD, mas foi dita pela histórica Virgínia Estorninho numa intervenção que fez ao início da tarde. “O país estava de tanga mas foi ele [Durão Barroso] que não quis resolver esse traje e fugiu entalando Santana Lopes e lixou-nos a todos”, disse a social-democrata recordando o que se passou há dez anos..." . 
Passos Coelho, ao que parece, trouxe de volta  os amigos e os amigos dos amigos, incluindo Miguel Relvas; juntinhos, como manda a cartilha,  lá vão, pela estrada fora, "...cantando e rindo, levados, levados, sim, pela voz de som tremendo, das tubas, clamor sem fim...". 

1 comentário:

EU disse...

Pois é , amigo, e nós a assistir e a calar; as trovas ao vento que passa já não inaudíveis a ouvidos moucos...

Bjo