29.6.06

Há por aí uma festarola?

A "senhora" veio de mansinho, instalou-se, e fez questão de dizer que veio para ficar.
Por mim, quero vê-la bem longe do meu canto, não gosto dela, é o que é...
Depois, aqui à volta, nem uma sardinhada à moda antiga, umas febrinhas, sei lá...
O vinho é de estalo (digo eu...) mas não vai muito bem com o queijo da (minha) serra. Por isso, queria sardinhas, febras ou frango"churrascado" para ter um aconchego de estilo.
Se fosse à borla, melhor - a carteira agradecia.
Se houver uma festarola não vou faltar, feito “emplastro”, com a alegria do costume, mas não acontece nada, anda toda a gente receosa...
- Ai a crise, ai a crise!!!

6 comentários:

Teresa Durães disse...

Uma senhora?
Bom...So de nome que de resto tenho belas penas...cinzedntas como compete a uma linda caturra...

(e vegetariana- os cucos comem dessas coisas???)

E ja nem Voa a outras a outras bandas...

madalena pestana disse...

A crise existe, mas nas férias despovoam-se as cidades e não é para viajar cá dentro só, não é não.

Que o portuga já aprendeu a viver com o dinheiro dos bancos.

Boa noite.

:)

Serenidade disse...

agora a senhora desapareceu para dar lugar ao "senhor"! O da bola´, é claro!

já ninguem se lembra que há crise.

espero a sua visita ao sitio do costume!

aquele beijinho(hoje muito pouco sereno)

125_azul disse...

Há crise, há! Aqui neste blog há uma crise de posts!!! E eu gosto tanto do que tu escreves, sinto tanta falta de te ler. Beijinhos

manuel neves disse...

A crise é apadrinhada pelo futebol. O padrinho: futebol a madrinha: futebol. Estou a falar da crise de ideias, das festarolas, das febras e do tinto das festarolas; sardinhas, se calhar só espanholas... ai a crise...!

Um Abraço
ManuelNeves

Luís disse...

Crise? Adonde?
;-)